Arquivo mensal outubro 2017

porJoLopes

Natal sediará dia 26 fórum sobre concessões e PPPs e dia 27 o Fórum Norte-Nordeste da Indústria da Construção

O Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON-RN) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) realizarão dois importantes eventos este mês em Natal. No dia 26, contando também com parceria do Senai, ocorrerá a partir das 9 horas, no auditório do CTGÁS, um fórum sobre concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Esse fórum é uma iniciativa da Comissão de Infraestrutura (COP) e da Comissão da Indústria Imobiliária (CII), comissões técnicas da CBIC, e tem como objetivo contribuir para que os investidores e representantes do poder público possam conhecer e se capacitar sobre o tema de PPPs e concessões, além de promover a cultura do planejamento e estabelecer um diálogo entre o poder público e o setor privado.

 

porJoLopes

“Aceitei o desafio e darei o melhor de mim”, diz Garibaldi ao assumir presidência do PMDB/RN

O senador Garibaldi Alves Filho foi eleito presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) do Rio Grande do Norte, em solenidade nesta sexta-feira (20), na sede do diretório estadual do partido em Natal. Ele assume a presidência durante o biênio 2017-2018, tendo como vice-presidente, o deputado federal Walter Alves.

Garibaldi ressaltou a responsabilidade enquanto estiver como presidente do partido, citando que o PMDB está presente em 71 prefeituras dos 167 municípios do estado, com 44 prefeitos e 27 vice-prefeitos, e representação com vereadores em todas as câmaras municipais.

“Aceitei o desafio e vou honrar dando o melhor de mim, como sempre fiz. Temos a responsabilidade de continuar preparando os partidários para desempenhar melhor suas funçõe. Para isso, vamos focar na Fundação Ulysses Guimarães mantendo os projetos e pensando em novos. O PMDB teve a marca de Aluisio Alves e do ex-ministro Henrique Alves, a que não podemos esquecer, pois foi fundamental para o partido e o desenvolvimento do estado.”, disse.

O presidente eleito falou ainda sobre as eleições de 2018, afirmando estar aberto a todos os diálogos, sem discriminar nenhum outro partido disposto a conversar, apesar de não ser uma prioridade do momento. “Vivemos um momento político delicado, contudo, não se pode afirmar que seja restrito ao PMDB. Quem acha que o partido está enfraquecido e derrotado, está enganado. Ninguém conseguirá derrubar o PMDB. Não discriminamos nenhum outro partido, porém qualquer conversa tem que respeitar a história do PMDB” afirmou.

A convenção estadual do PMDB/RN contou com a presença do deputado federal Walter Alves; os deputados estaduais Hermano Morais, Gustavo Fernandes e José Adécio; prefeito em exercício de Natal, Álvaro Dias; vereadores de Natal, Felipe Alves e Ubaldo Fernandes; a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro; presidente de honra do PMDB, Geraldo Melo; além de prefeitos e vereadores do interior do RN.

porJoLopes

Coletiva sobre canonização dos mártires

A Arquidiocese de Natal realiza uma entrevista coletiva, na próxima segunda-feira, 23, às 10 horas, no Centro Pastoral Pio X (subsolo da Catedral).

O assunto será os “Mártires de Cunhaú e Uruaçu, os primeiros Santos Mártires do Brasil”, canonizados pelo Papa Francisco, no último domingo, 15.

Na coletiva, atenderão à imprensa, o arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, e o vice-postulador do processo de canonização, Padre Júlio César Souza Cavalcante.

Na ocasião, será apresentada a positio, que é o relatório final do processo de canonização, preparado pelo postulador junto à Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano, o Padre Giovanni Califano.

porJoLopes

Prefeito de São Gonçalo é recebido pelo Papa Francisco

Durante Audiência Papal, na Praça de São Pedro, no Vaticano, nesta quarta-feira (18), o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio (Paulinho) e sua esposa, Terezinha Maia, foram recebidos pelo Papa Francisco. Na ocasião, o casal estava acompanhado do arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e do capelão do santuário de Uruaçu, padre Murilo Paiva.
Simpático e sorridente, ao ouvir do gestor o pedido de proteção no comando do município, o santo papa abençoou o prefeito e ainda o presenteou com um terço bento. “Muita emoção. Agradeço a Deus por esse momento tão sublime e inesquecível”, observa Paulinho.
O gestor municipal ainda ressaltou sua admiração ao pontífice pela forma como conduz a igreja católica. “Francisco tem o dom de agregar e unir todos os povos, com o mesmo sentimento: a fé em Deus”, pontuou.
porJoLopes

Foco e tranquilidade são diferenciais da equipe brasileira que busca o bicampeonato na WorldSkills

Faltando apenas mais um dia de provas na WorldSkills, que termina nesta quarta-feira (18), balanço parcial feito pela equipe que preparou nossa delegação é que o Brasil tem uma das melhores equipes da disputa, com chances de conseguir mais um excelente resultado na maior competição de profissões técnicas do planeta. O foco e a tranquilidade demonstrados pelo time brasileiro têm sido diferenciais desta edição que se realiza em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Um grupo de 56 jovens, alunos e ex-alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), batalha para manter o país no lugar mais alto do pódio, posição conquistada na edição realizada há dois anos, em São Paulo.

Competidores de quase todas as 52 ocupações em disputa tiveram surpresas em relação às provas apresentadas e materiais diferentes do previsto. Os Emirados Árabes Unidos, um país que fica no meio do deserto, importa quase tudo que consome. As flores utilizadas na modalidade Florista, por exemplo, vieram da Holanda. O gerente de Olimpíadas e Concursos do SENAI, José Luis Gonçalves Leitão, delegado técnico da WorldSkills International, avalia, porém, que os imprevistos não tiraram a concentração dos jovens brasileiros. “O time, pela sua capacidade de adaptação, conseguiu superar dificuldades em relação a material e a alguma infraestrutura. Mas isso não atrapalha, não é algo que vai derrubar a equipe do Brasil, muito pelo contrário, nós conseguimos superar”, conta ele. “O time está seguro naquilo que está fazendo, e está calmo, isso é muito importante em uma competição como essa que envolve hoje 68 países.”

Ewerton Douglas André de Oliveira, 22 anos, da ocupação Carpintaria de Telhados, passou por essas dificuldades. No primeiro dia, o de familiarização aos ambientes de provas, faltou simplesmente o essencial: a madeira. Isso o deixou apreensivo. Mas, no dia seguinte, quando ele viu que o material tinha chegado, o início da contagem do cronômetro das provas não o assustou. “Na ambientação eu estava bem nervoso, mas no dia seguinte, quando a prova começou, foi a primeira em que não fiquei nem um pouco ansioso”, conta ele. O competidor em Instalações Elétricas Prediais, Paulo Sérgio de Medeiros Júnior, 21 anos, também passou por dificuldades com materiais, mas acredita que as surpresas afetaram também os concorrentes. “A prova está difícil, mas todo mundo está tendo dificuldade com materiais, com a prova bem diferente do esperado, então acredito que estamos caminhando bem”, diz.

Para Leitão, uma das razões da serenidade dos brasileiros foi o rigoroso treinamento oferecido pelo SENAI, com ênfase nos aspectos psicológicos dos competidores para lidar com a pressão de representar o Brasil em uma competição internacional. “Essa tranquilidade se deve ao tipo de preparação que nós introduzimos na parte comportamental da equipe. Isso nos traz a garantia de que os jovens estão tranquilos e sabem o que precisam fazer no tempo certo”, diz ele. A preparação da equipe, apenas na etapa nacional, durou um ano. Mas o treinamento completo, incluindo as etapas escolar e estadual, faz com que alguns tenham dedicado quase três ano da vida à competição. É o caso de Ewerton, que se prepara desde 2014.

ELITE

Confirmou-se também a expectativa de que algumas equipes viriam mais fortes para Abu Dhabi, com interesse em tirar do Brasil o título de melhor delegação da WorldSkills. A China, que não costuma integrar a elite dos jogos de profissões técnicas, tem competidores com boas chances de medalhas em algumas ocupações. A cidade de Xangai vai receber a competição mundial em 2021. Além dos chineses, times de Taiwan, Suíça, Coreia do Sul e Japão estão no páreo em busca do lugar mais alto do pódio. “Ocorreu realmente o que já vínhamos sentindo ao longo do treinamento e em alguns encontros que tivemos: hoje esses países são os nossos concorrentes diretos”, conta Leitão. Mas há otimismo com o resultado que o Brasil pode obter. “Esta é uma competição extremamente difícil, muitos países vieram muito bem preparados como o Brasil, mas nosso time está bem todas as ocupações, há bastante confiança.”

Para alguns, porém, ainda é grande o suspense em relação ao resultado. A prova de ocupação Manufatura Integrada, por exemplo, depende dos testes executados com o robô que eles foram desafiados a projetar, montar e pôr para funcionar. “A gente só vai conseguir ter uma noção do nosso desempenho a partir de amanhã, porque 50% da nossa nota depende dos testes que vão ser feitos”, explica Thiago Souza de Lima, 22 anos, integrante da equipe que conta com três integrantes, todos de Mato Grosso.

As provas reproduzem o dia a dia de 52 profissões técnicas. Os competidores têm de executar os desafios com excelência técnica e velocidade. A cada dia eles obtêm uma pontuação que se soma e, ao final, aponta o campeão em cada ocupação. Nesta edição, mais de 1.200 competidores de 68 países participam da WorldSkills.

porJoLopes

Senador vai ao Incra e pede apoio ao seu projeto sobre exploração de energia eólica em assentamentos no RN

Durante audiência no Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), nesta terça-feira (17), em Brasília (DF), o senador José Agripino (RN) pediu apoio ao projeto de lei (PLS 384/2016) de sua autoria sobre exploração de energia eólica no Rio Grande do Norte. O parlamentar pediu ao instituto que conheça a fundo a situação dos assentamentos da reforma agrária em 16 municípios de Mato Grande (RN) para que, se aprovado o PLS, o processo licitatório não demore tanto.

“É um projeto que busca garantir a viabilidade econômica dos assentamentos rurais. As famílias assentadas poderão produzir, trabalhar para seu próprio sustento. Será um benefício aos mais necessitados para que eles possam melhorar a expectativa de futuro”, destacou Agripino. “Eu estou empenhado e lutando pela aprovação desta matéria porque sei que ajudará, e muito, o Rio Grande do Norte”, acrescentou.

A proposta de Agripino, em tramitação no Senado, estabelece que beneficiários de reforma agrária poderão celebrar contratos com terceiros para exploração de energia eólica ou solar. Hoje essa prática é vedada, pois grande parte dos assentados não possui título de domínio dos imóveis que exploram. A proposta altera a Lei 8.629/93 que dispõe sobre a regulamentação dos dispositivos relativos à reforma agrária, previstos na Constituição Federal.

Imapcto da energia eólica no RN – O Rio Grande do Norte é o maior gerador de energia eólica do Brasil. Segundo dados da Angra (Associação Nacional de Apoio a Reforma Agrária e Agricultura Familiar) e do MLST (Movimento para Libertação dos Sem Terra), que apoiam o projeto do senador, o potencial eólico dos assentamentos no RN beneficiará mais de 8.500 famílias, gerar um faturamento de R$ 4,1 bilhões por ano e R$ 62,5 milhões de royalties por ano. Além de Agripino, participaram da audiência com o presidente do Incra, Leonardo Góis, os senadores Garibaldi Alves (PMDB) e o deputado Felipe Maia (DEM), coordenador da bancada federal do RN no Congresso. Também estiveram presentes o engenheiro Wlisses Batista, da Angra; o coordenador dos assentamentos do MLST, Edmilson de Oliveira, além de outros representantes do setor.

porJoLopes

Partage Norte Shopping recebe unidade móvel do Hemonorte

Doar sangue é um ato de solidariedade que ajuda a salvar vidas. Dando continuidade a campanha de apoio ao Hemocentro do Rio Grande do Norte, o Partage Norte Shopping receberá, no dia 18 de Outubro, a unidade móvel da instituição, que estará coletando doações para ajudar a abastecer o banco de sangue. O veículo ficará estacionado na entrada do empreendimento, na Avenida João Medeiros Filho, das 08h às 17h.

Na hora de doar, é necessário passar por uma breve entrevista, que tem como objetivo, dar mais segurança aos doadores e pacientes que receberão a doação. É importante a sinceridade nas respostas. Tudo que foi respondido é mantido em sigilo.

Requisitos para doar:
Ø Sentir-se bem, com saúde;
Ø Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo território nacional;
Ø Pesar acima de 50 kg;
Ø Ter entre 16 e 67 anos;
Ø Não estar em jejum;
Ø Ter dormido, no mínimo, 6 horas na noite anterior;
Ø Não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores;
Ø Evitar fumar por 2 dias;
Ø Evitar alimentos gordurosos.

Serviço:
Doação de Sangue
Data: 18 de Outubro de 2017;
Local: Estacionamento do Partage Norte Shopping – Entrada C&A;
Horário: 08h às 17h;
Endereço: Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 – Potengi;
Telefone: (84) 3674-8200 | 98189.8899 (WhatsApp)
Facebook: partagenatal | Twitter e Instagram: @partagenatal
Site: www.partagenatal.com.br

porJoLopes

Summer 2018 Invoice: Novas criações repletas de aplicações de pérolas e pedrarias

Trazendo elegância e sofisticação no DNA, a Invoice Calçados apostou forte nas aplicações de pedrarias e pérolas para imprimir ainda mais exuberância às suas criações para a Primavera-Verão 2018. Os lançamentos da marca esbanjam personalidade em propostas que vão da delicadeza romântica a modelos ultramodernos, para a mulher contemporânea ter uma infinidade de opções na trend e desfilar com muito charme na temporada quente.

Sinônimo de classe e imponência, as aplicações de metais e pérolas aparecem com destaque entre as novidades da marca, dando uma nova cara ao novo mix da Invoice. De um lado, figuram peças repletas de bossa, evidenciando a feminilidade através de pérolas e delicados metais dourados, que adornam detalhes ou as peça em sua totalidade. De outro, destacam-se os metais imponentes, em que predominam os banhos dourados, em conjunto com pedrarias multicoloridas e strass, que formam grafismos ultraelegantes e modernos, uma profusão de brilho para os pés femininos. O mix é composto por scarpins, sandálias, flats, sapatilhas e peep toes e está disponível para compra em pontos de vendas selecionados de todo o Brasil.

IMPORTANTE – para anunciar seus produtos em nosso jornal on-line é só enviar um email para natalrnnoticias@gmail.com com o que deseja divulgar e seu produto aparecerá sempre na primeira página, ou nas páginas que você escolher – tudo por um preço de ocasião. Podemos enviar nossa tabela de preços.

porJoLopes

Casa Durval Paiva é certificada pelo Instituto Doar

A Casa Durval Paiva foi certificada nesta segunda, 16/10, com conceito ‘A’ do Selo Doar, que atesta a adequação ao Padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor no Brasil. O Selo com validade de um ano tem como objetivos incentivar, legitimar e destacar o profissionalismo e a transparência nas organizações não-governamentais brasileiras, na forma de um atestado independente de sua adequação aos Padrões de Gestão Profissional e Transparência (PGT), também denominado Selo Doar.

O Selo Doar é obtido mediante minuciosa avaliação de 44 critérios essenciais, definidos para que a organização possa continuamente melhorar sua performance em gestão e transparência, sendo os principais: Causa e estratégia de atuação; Representação e responsabilidade; Organização e gestão institucional; Estratégia de financiamento; Transparência, prestação de contas e comunicação.

Rilder Campos, presidente da Casa, destaca a importância do reconhecimento para a instituição: “Esta certificação do Instituto Doar vem agregar valor ao incremento de nossas ações e nos respalda e incentiva a fazer sempre cada vez mais e melhor, tendo como parceira a sociedade potiguar, pessoas físicas e jurídicas que há 22 anos abraçaram a causa e mantém a Casa”, ressalta.

A Casa cumpre a missão de atender a criança e ao adolescente com câncer e doenças hematológicas crônicas e seus familiares, durante e após o tratamento, buscando a cura, contribuindo para o resgate da cidadania, dignidade e a qualidade de vida dos mesmos. Já são 1.352 crianças e adolescentes atendidos desde a fundação. Hoje, 1089 pacientes estão cadastrados, sendo 545 em tratamento, vindos de 133 municípios do Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Piauí e Sergipe.

A instituição oferece acolhimento, hospedagem, alimentação, mediação do atendimento médico hospitalar; encaminhamentos e transporte para exames e consultas; além de promoção do bem estar, com apoio multiprofissional – psicológico, social, nutricional, fisioterápico, odontológico, farmacêutico, pedagógico, arte terapêutico e terapêutico ocupacional.

SELO DOAR – O Selo Doar foi elaborado a partir de uma extensa pesquisa dos conceitos e critérios adotados por diferentes organismos nacionais e internacionais, da literatura especializada em avaliação de organizações sem fins lucrativos e das práticas de empresas receptoras e concessoras de recursos para fins sociais e ambientais.
Hoje o Selo do Instituto Doar já é utilizado por dezenas de organizações. O conjunto de critérios desenvolvidos especialmente para a realidade brasileira é embasado em várias outras instituições que trabalham certificação ou códigos de conduta. Internacionalmente, o Selo se baseia em critérios de certificadores de 15 países que pertencem ao ICFO (International Committee on Fundraising Organizations).

porJoLopes

TRT-RN: Especialistas orientam gestores a implantar eSocial nos órgãos públicos

O auditório da Ordem dos Advogados do Rio Grande do Norte (OAB-RN), em Natal, ficou lotado de prefeitos, profissionais da contabilidade e representantes de órgãos públicos até de outros estados, interessados em conhecer o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas  (eSocial).

O curso eSocial: Uma visão digital das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, foi promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) e reuniu especialistas da Receita Federal, do INSS e do Ministério do Trabalho e Emprego.

A presidente do TRT-RN, desembargadora Auxiliadora Rodrigues, participou da abertura oficial do evento, ao lado do presidente da OAB-RN, Paulo Coutinho, do delegado da Receita Federal, Francisco Aurélio, dentre outras autoridades.

O auditor da Receita Federal e um dos criadores do eSocial, Eduardo Tanaka, fez um balanço dos preparativos para a implantação do novo sistema em todo país, a partir de janeiro de 2018.

“O eSocial é uma forma unificada de informar obrigações previdenciárias, trabalhistas e tributarias. Hoje, o empregador tem múltiplas obrigações acessórias para gerar informação o que ocasiona uma grande quantidade de redundância e eliminar esse excesso é um dos princípios do sistema”, destacou  Tanaka.

O eSocial será implantado em duas etapas: a partir de 1º de janeiro de 2018, para os empregadores e contribuintes com faturamento em 2016 superior a R$ 78 milhões.

A partir de 1º de julho de 2018, a obrigatoriedade será estendida aos demais empregadores e contribuintes, independentemente do valor de faturamento anual, como é o caso dos órgãos públicos.

Tanaka reconhece que a transição será trabalhosa, porém a sua execução é uma necessidade.

“No primeiro momento, a implantação do eSocial vai exigir muito trabalho, como qualquer transição de sistema, mas é indispensável para evitar as inconsistências atuais”, analisa.

O curso contou, ainda, com as palestras do analista técnico de políticas sociais da Secretaria da Previdência Social do Ministério da Fazenda, Brasília (DF), Orion Sávio Santos de Oliveira, que mostrou como os gestores públicos deverão incluir informações sobre saúde e segurança do trabalhador no e-Social.

O auditor fiscal do Trabalho do Ministério do Trabalho, Luiz Antonio Medeiros de Araújo, tratou dos eventos do eSocial para órgãos públicos e o servidor do TRT-SP, Rômulo Araújo Borges, que coordena a implantação do eSocial na Justiça do Trabalho, analisou os desafios da transição dos sistemas atuais  para o novo sistema.