26 de maio de 2015

Senador Agripino sobre coletiva de ministros: O problema é que ninguém explica por que a crise econômica ocorreu

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que faltou aos ministros do governo Dilma Rousseff explicar, nesta segunda-feira (25), o motivo pelo qual o Brasil enfrenta uma grave crise econômica e que obriga o país a sofrer um ajuste bilionário nas contas públicas. “Os dois ministros, com o atraso de um fim de semana, estão correndo atrás do prejuízo. O problema é que, por mais que falem, não explicam por que o país quebrou e que compromissos o governo precisa tomar para reparar a herança que Dilma deixou para si própria”, frisou o parlamentar pelo Rio Grande do Norte.

Nesta segunda-feira (25), os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, participaram de coletiva no Palácio do Planalto e ressaltaram que o ajuste fiscal é imprescindível para a retomada do crescimento do Brasil. A entrevista ocorreu após reunião do grupo de coordenação política com a presidente da República. O governo articula para aprovar, no Congresso Nacional, as medidas provisórias que promovem um ajuste fiscal nas contas públicas.

Durante a entrevista, Joaquim Levy afirmou que o país precisa repensar o gasto de recursos públicos a longo prazo e assumiu que “acabou o dinheiro”.  De acordo com o ministro, o Brasil necessita fazer um ajuste estrutural e as empresas brasileiras, apesar do incentivo, não tiveram desempenho esperado. Levy frisou ainda que o reajuste nas contas públicas está sendo feito porque o “PIB está devagar”.

Related posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *