Arquivo de tag Economia

porJoLopes

Sindicer oficializa a criação do Núcleo de Inovação para Indústria de Cerâmica Vermelha Potiguar

 

O Sindicato da Indústria Cerâmica oficializou, nesta segunda-feira (20), a criação do Núcleo de Inovação para Indústria de Cerâmica Vermelha Potiguar (Inovacer), que começou com a adesão de 12 indústrias. “Faremos um plano para atuação do grupo em 2018, vamos avaliar oportunidades e gargalos do setor, e principalmente vamos buscar caminhos para a inovação”, disse o Vice-presidente da FIERN e industrial do segmento cerâmico, Pedro Terceiro de Melo.

O presidente do Sindicer RN, Vargas Soliz, explicou quer o Núcleo buscará trabalhar junto com as instituições parceiras, e, principalmente, as universidades, que são grandes desenvolvedoras de novos projetos. “Vamos dialogar com as universidades, elaborar projetos com visão de futuro”, disse. Ele falou que a qualidade dos produtos cerâmicos potiguares oferecidos ao consumidor já é conhecida, mas é necessário desenvolver novos métodos para reduzir os custos, sem perder a qualidade.

O INOVACER – O Núcleo pretende fortalecer o setor da indústria cerâmica vermelha e construção civil do Estado, através da inovação, priorizando ações em sistemas de gestão, processos produtivos e melhoria da qualidade dos produtos.

 

porJoLopes

Pesquisas sobre eficiência energética são apresentadas ao Sindicato da Indústria Cerâmica

As pesquisas mais recentes sobre a eficiência energética de fornos para a indústria cerâmica foram apresentadas a lideranças empresariais do setor, na manhã esta segunda-feira, 06. O pesquisador Luis Ricardo Oliveira Santos, da Universidade de São Carlos (SP), fez uma exposição, na Casa da Indústria, sobre seus estudos e análises de eficiência destes equipamentos.

As pesquisas podem ser úteis para a indústria cerâmica do Rio Grande do Norte. Os levantamentos indicam os rumos mais adequados aos investimentos para melhoria da produtividade e sustentabilidade das empresas.

O vice-presidente da FIERN, Pedro Terceiro de Melo, destacou que essas pesquisas devem colaborar para o desenvolvimento da indústria cerâmica no Estado, uma vez que apontam alternativas para fontes de energia e os equipamentos que sejam sustentáveis e permitam um processo produtivo mais competitivo. O presidente do Sindicato da Indústria Cerâmica do RN, Vargas Soliz, também reafirmou a utilidade destes estudos.

Luis Ricardo é engenheiro industrial e mestre em ciência de materiais. Fez pós-graduação no Japão, na Universidade de Nagoy, e está fazendo doutorando em planejamento e uso de recursos renováveis.
Nestes estudos, ele tem se dedicado a fazer um diagnóstico das fontes de energia da indústria cerâmica e de possíveis alternativas que melhore a eficiência no setor. Um de seus orientadores é a professora Rosimeire Cavalcante dos Santos, da UFRN, que também participou da reunião desta segunda-feira na Casa da Indústria.

porJoLopes

Dados do PIB mostram fim da recessão, diz pesquisador da FGV

Por Vitor Abdala

O crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no trimestre encerrado em julho deste ano, na comparação com o trimestre encerrado em abril, e outros dados calculados pelo Monitor do PIB, da Fundação Getulio Vargas (FGV), mostram que a recessão econômica do país chegou ao fim. A avaliação é do coordenador do estudo, Claudio Considera.

Segundo os dados da pesquisa, divulgada hoje (18), a alta do PIB chegou a 1,1% na comparação com julho de 2016.

“O Monitor do PIB mostra mais um mês na direção positiva. Eu destaco os desempenhos da agropecuária, da extrativa mineral e da própria indústria da transformação, que teve o primeiro resultado positivo desde março de 2014”, disse Considera.

Por outro lado, no entanto, há resultados negativos, como a queda de 4,5% na formação bruta de capital fixo, isto é, os investimentos, na comparação do trimestre encerrado em julho deste ano com o mesmo período do ano passado. A queda foi puxada principalmente pelo desempenho negativo da construção (-9,7%).

“Pelo lado da demanda, as famílias estão ainda endividadas, receosas de perder o emprego, para pegar um empréstimo [para compra de imóveis] e os estados e municípios, os contratantes das grandes obras, estão quebrados. Então, a construção ficará negativa por muito tempo”, afirma Considera.

(Agência Brasil)

porJoLopes

Contas públicas preocupam economistas que participaram do “Motores”

Por  Sara Vasconcelos/FIERN

 

As implicações da situação das contas públicas para a retomada do crescimento do Rio Grande do Norte — em um ritmo mais intenso — estiveram em debate na 31ª Edição do Seminário Motores do Desenvolvimento, projeto realizado pelo jornal Tribuna do Norte, Sistemas FIERN e FECOMÉRCIO e UFRN.

Economista Raul Veloso

O economista Raul Velloso destacou que somente medidas que incentivem a recuperação da economia, e o consequente fim da recessão, poderão colocar as receitas governamentais em patamares que permitam o reequilíbrio.

“Depois, teremos de equacionar o problema estrutural, principalmente do lado do gasto, que cresce naturalmente a taxas muito elevadas. Sozinha, a PEC [Proposta de Emenda Constitucional] do Teto dos Gastos é um remendo difícil de sustentar”, disse Velloso.

Consultor Cláudio Porto

Coube ao consultor Cláudio Porto, da Marcoplan, tratar da economia do RN. Os dados mostraram a fragilidades das contas públicas. O estudo mostrou que entre 2005 e 2015 houve uma piora na qualidade da infraestrutura e dos investimentos.

 

O economista Eduardo Giannetti da Fonseca alertou para as consequências nas mudanças demográficas, com a tendência de envelhecimento da população e do número de filhos por famílias, nas contas públicas. Essa tendência, disse o economista, aumenta a proporção e aposentados para cada pessoa trabalhando.

 

Economista Eduardo Giannetti da Fonseca

Com isso, nas próximas décadas, haverá uma elevação do comprometimento do PIB com previdência social, hoje em 13%, algo que vai deteriorar ainda mais, analisa ele, as contas públicas. Para o economista, a reforma previdenciária, com definição de idade mínima, se não for aprovada neste ano, terá que ser em 2018 ou, no máximo, em 2019.

Giannetti destacou também que é urgente de mudanças na previdência dos servidores públicos, que têm regras que garantes mais benefícios aos funcionários inativos do que nas aposentadorias do INSS.

Presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz

Durante o seminário, presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz, defendeu a “soma de esforços para que a máquina pública” trabalhe em prol do crescimento e melhoria do Rio Grande do Norte”. Ele disse que a atividade produtiva é fortemente afetada com a crise financeira.

porJoLopes

COEMA se reúne na FIERN

Roberto-textoA Comissão Temática de Meio Ambiente realizou, na tarde desta quarta-feira (23) mais uma reunião geral. Na ocasião o Presidente da COEMA e Diretor-tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz Elias, fez um histórico das ações da Comissão desde sua criação em setembro de 2014. Entre elas as apresentações de entidades como IGARN, IDEMA e IBAMA.

“Nesse primeiro ano nos propomos a ouvir os órgãos reguladores, por isso nas últimas reuniões tivemos palestras importantes, e hoje vamos marcar uma data para receber o Secretário Raimundo da Costa Sobrinho da Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária do Rio Grande do Norte – SEARA”, disse.

SEARA – A Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara) tem a competência de: formular, propor e controlar a execução da política fundiária do Estado; formular, propor e controlar a execução da política de colonização e exploração rural, em apoio, principalmente, aos assentados da reforma agrária e às colônias de exploração rural; e exercer outras atribuições correlatas.

COEMA – Acompanha a legislação, desenvolve propostas de políticas e estimular práticas voltadas para a ecoeficiência; Promove o debate com especialistas e autoridades na área ambiental e avaliar as políticas públicas de licenciamento ambiental, controle e qualidade ambiental, biodiversidade e florestas, tratamento e disposição de resíduos, entre outras; Formula linhas de ação para aumentar a competitividade das indústrias e a preservação do meio ambiente; além de outras atribuições delegadas pela Presidência da FIERN em relação à temática Meio Ambiente.

Fonte: Sistema FIERN

porJoLopes

Governador destaca potencial do RN na área da Energia Eólica durante o Brazil Windpower

stand 2senaiO governador Robinson Faria visitou o estands do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis-CTGAS-ER/Senai, que representam o Sistema FIERN e participam do maior evento de energia eólica na América Latina, o Brazil Windpower. Na oportunidade, ele conversou com os dirigentes e gestores do Centro, sobre a importância do Estado na área da energia eólica, onde o CTGAS-ER tem atuado com destaque. O chefe do Executivo Estadual, que foi o primeiro governador da história convidado para falar no evento, em virtude da liderança do RN na produção de energia eólica, discursou durante 10 minutos, abordando o potencial eólico instalado e a previsão para os próximos anos no Estado.

Participam do evento o presidente do Conselho Superior do CTGAS-ER, Flávio Azevedo, também secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, a diretora Executiva, Cândida Amália Aragão e o diretor de Tecnologias, Pedro Neto Nogueira Diógenes, além dos colaboradores do SENAI/CTGAS-ER, Paulo Isabel dos Reis, Daniel Faro, que apresentou trabalho técnico sobre “Avaliação de Desempenho de Parques Eólicos Usando Tecnologia Lidar”, Daniela Dantas, Antonio Medeiros, Márcio Meneses, Luciano Cruz e Darlan Emanuel.

O Brazil Windpower, que acontece no Centro de Convenções Sulamerica, no Rio de janeiro, será encerrado nesta quinta-feira.

porJoLopes

PDA/FIERN esclarece sobre envio de informações contábeis e fiscais

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA/FIERN/CNI) realizou na tarde desta quarta-feira (19), a palestra “ECF – Escrituração Contábil Fiscal – IRPJ”. O evento, também chamado de “Encontro de Contadores”, reuniu profissionais das empresas industriais para tratar de representação industrial e a aplicação da ECF-IRPJ, do Governo Federal, que trata das informações contábeis e fiscais das empresas que terão prazo máximo de até o dia 30 de setembro deste ano.

A abertura da palestra foi feita pelo Diretor-secretário da FIERN, Heyder Dantas, que deu boas vindas a todos em nome do Presidente da FIERN, Amaro Sales. “Desejo que todos vocês possam aproveitar ao máximo essa oportunidade de esclarecimento sobre escrituração contábil e fiscal, assunto de suma importância para as empresas industriais”, disse.

Os interessados podem acessar o site da Receita Federal no link a seguir, e consultar o Manual de Orientação: www1.receita.fazenda.gov.br/sistemas/ecf/manualdeorientacaodaecf.pdf

porJoLopes

Aldann Construções realiza coquetel de apresentação no 4º Fest Imóveis

Jornalistas, autoridades e clientes da Aldann Construções puderam apreciar com mais detalhes dois dos empreendimentos exclusivos que estão à venda no 4º Fest Imóveis Natal da imobiliária Caio Fernandes. O Spazzio Privillege Ponta Negra e o Residencial Grand Stadio foram apresentados em um coquetel realizado nesta terça (12), às 19h, na praça de eventos do Natal Shopping.

DSCN0956De acordo com o empresário Mariberto Dantas, proprietário da Aldann, os dois empreendimentos possuem focos e propostas diferentes, proporcionando ao comprador a oportunidade de escolher o imóvel que mais combina com o seu bolso. “Temos aqui dois exemplos de prédios que se enquadram em padrões de vidas diferentes. Apesar da diferença no preço e no tamanho dos imóveis, ambos estão localizados em regiões privilegiadas da cidade e oferecem conforto e praticidade aos futuros moradores”, afirmou Dantas, referindo-se aos bairros de Ponta Negra e Lagoa Nova.

A Aldann, que é uma das construtoras potiguares mais tradicionais no mercado, é uma empresa familiar e aposta no cumprimento dos prazos e divulgação boca a boca. “Nós fomos a única empresa que já conseguiu entregar dois prédios um ano antes de o prazo encerrar. Isso reafirma o nosso compromisso em cumprir com a palavra e oferecer um serviço que satisfaça o cliente, para que assim ele possa recomendar os nossos empreendimentos aos amigos e familiares”, disse Mariberto Dantas, que dirige a empresa ao lado do filho, Alberto Dantas.

Para saber mais informações sobre o Spazzio Privillege Ponta Negra e o Residencial Grand Stadio, basta ir até o 4º Fest Imóveis da Caio Fernandes, que segue até sexta-feira (15) no Natal Shopping, ou à central de vendas da Aldann e tirar suas dúvidas com os nossos corretores.

porRedaçãoNN

CIN/FIERN divulga dados de origem, destinos, modais e locais de embarque das exportações do RN

natalnoticiann1De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (22) pelo Centro Internacional de Negócios da FIERN (CIN), a União Europeia foi o destino de 43,6% das exportações do Rio Grande do Norte em 2014, apontando também uma redução de 3,2% em relação a 2013. O Gerente do CIN, Luiz Henrique Guedes, explicou que dentro desse bloco econômico, a Holanda, mesmo importando -8,1% em relação ao ano passado,  permanece como maior importador, seguida pela Espanha e Reino Unido, estes  com aumento na participação como destino dos nossos produtos.

“É importante ressaltar que a Holanda atua como centro de distribuição para diversos outros países. As frutas frescas representam a maior fatia das exportações para a União Europeia, que recebe também castanhas de caju, granitos, peixes, entre outros”, disse.  Ele informou ainda que individualmente os Estados Unidos foram e tem sido os maiores importadores dos nossos produtos, para onde vai  castanhas de caju, balas e gomas de mascar, peixes, lagostas e muitos outros produtos. A queda nas exportações para os Estados Unidos foi de 19,4% em relação a 2013.

Os dados refletem que compensando parte da redução nas exportações para esses mercados tradicionais, aparecem alguns países da América do Sul (Bloco Aladi), cujo aumento médio foi de 112,6%, embora partindo de uma base anterior pouco expressiva, graças ao grande incremento nas exportações de tecidos de algodão e chapas plásticas,  e a China, para onde nossas exportações cresceram 94%, basicamente compostas de produtos minerais como tungstênio, mármores, granitos e ferro.

“Os gráficos apontam que nas importações, tivemos a China como principal fornecedor, responsável por 36% do total importado pelo RN, com destaque para equipamentos industriais, seguida pelos Estados Unidos e Espanha”, acrescentou Luiz Henrique.

Ele informou que no tocante aos modais e locais de embarque, a via marítima foi responsável por transportar 85% dos valores das nossas exportações, com os portos do Ceará escoando 42,3% dessas cargas, seguido pelo porto de Natal, com 22,9% e os de Pernambuco, com 11,3%. Somado ao valor exportado pelo Porto Ilha de Areia Branca de 8,9%, o valor total escoado pelos portos potiguares foi de aproximadamente 32%. Em tonelagem, o sal representa 76% do total exportado pelo estado.

“O transporte aéreo foi responsável por 10,7% e o rodoviário por 4% do total exportado pelo RN em 2014”, finalizou.


 

porRedaçãoNN

FIERN participa da posse do Sinduscon-RN

Por Aldemar Freire/FIERN

O presidente da FIERN, Amaro Sales, participou a posse da nova Diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Norte (Sinduscon-RN), eleita para o quadriênio 2015/2019. A Diretoria do Sinduson-RN foi empossada nesta quinta-feira, durante assembleia-almoço no hotel Ocean Palace, na Via Costeira.

Na ocasião, o presidente da FIERN fez um pronunciamento no qual destacou a importância do setor da construção civil para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.

O engenheiro e empresário Arnaldo Gaspar Júnior, reeleito presidente por unanimidade, fez um discurso de posse no qual apontou a capacidade do setor em superar dificuldades. Ele lembrou que os empresários passaram por circunstâncias com hiperinflação e mercados em retração. Não será o momento atual, disse, que vai desanimar os empreendedores da construção civil.

Arnaldo Gaspar Júnior também lembrou a importância da boa governança. Ele disse que o serviço público precisa do ajuste fiscal para que proporcione o necessário incentivo aos desenvolvim ento. 

A posse   da diretória do Sinduscon-RN foi acompanhada também pelo diretor tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz, e diretores de sindicatos das in  dustrias, além do governador Robinson Faria, do presidente da Assembleia, Ricardo Mot    ta, da senadora eleita Fátima Bezerra, do deputado Rogério Marin  ho e do senador Garibaldi Filho.

O presidente do Sinduscon-RN tem como companheiros de Diretoria Larissa Dantas Gentile (vice-presidente do Mercado Imobiliário) e Marcus Antônio Aguiar Filho (vice-presidente de Obras Públicas). Ainda compõem a equipe dirigente, como titulares, os empresários Raimundo Cantídio Neto, José D’Arimatéa Ferna  ndes, Everton Roberto Marques de Oliveira, Francisco Ramo  s de Vasconcelos Júnior, Paulo Roberto de Menezes Junior, Orígenes Monte Neto, Juliano Rêgo Galvão, Carlos Henrique de Oliveira Dantas, Daniel Ferna  ndes Matias, Fab  iano Ramalho Moreira, Jorian Alves de Morais, Érickson Ricardo Marques de Oliveira, Ana Elisabeth Thé Bonifácio Freire, Carlos Luis Cavalcanti de Lima, Vicente Inácio Martins Freire e Vital Duarte Nóbrega.

Os suplentes são Alexandre Magno Fernandes de Souza, Ednaldo Soares Silva, Eduardo de Araújo Bezerra, Luciano Rosas de Sousa, Alberto Dantas Neto, Marino Eugênio de Almeida, Dorian Carlos Freire, Kerenski Francisco Torquato do Rêgo, Flávio Rodrigues de Sousa, Aluisio Bezerra Neto, Gustavo Felipe Pereira Gurgel, Renee Garofalo Silveira, Fábio Gomes de Albuquerque, José Eduardo Carvalho dos Santos, Raul de Medeiros Dantas e Ricardo Wagner da Silva Paiva.

O novo Conselho Fiscal é integrado por José Alves dos Santos Neto, José Aníbal Mesquita Barbalho, José Walter de Carvalho (titulares), Valmir Fernandes de Souza, George Hissa Hasbun e Jorge Maurício Freire Mororó (suplentes).